Professor da UPE recebe Prêmio Fernando Figueira

No último dia 30/11, o enfermeiro, sanitarista e professor da Universidade de Pernambuco (UPE), Prof. Itamar Lages, recebeu, da Câmara Municipal do Recife, o “Prêmio Mérito de Saúde Professor Fernando Figueira”.

Durante 25 anos, Prof. Itamar Lages trabalhou na UPE incansavelmente, em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e na formação de futuros profissionais que se sensibilizam com o seu discurso e o seu fazer na enfermagem e na docência.

Foram 36 homenageados na sexta edição do prêmio, que foi criado para reconhecer, divulgar e incentivar a atuação dos profissionais e entidades ligadas à saúde do município.

O presidente da Câmara, vereador Eduardo Marques (PSB) conduziu a solenidade. A mesa da reunião solene foi composta pelo ex-governador de Pernambuco, Roberto Magalhães; o vereador Chico Kiko (PP) e o médico cardiologista Sílvio Hock de Paffer FilhoEm 2012, ao criar o Prêmio Mérito de Saúde Professor Fernando Figueira, a Casa de José Mariano, segundo o vereador Gilberto Alves, fez uma reverência ao médico, pesquisador e professor Fernando Jorge Simão dos Santos Figueira. “Um homem que dedicou sua vida inteira à medicina e ao ensino, incansável na defesa do patrimônio médico de Pernambuco, um idealista. Doutor Fernando Figueira formou novos médicos, despertando em seus corações a atenção especial às crianças. Ele também se dedicou à pesquisa médico-social e foi incansável na assistência aos mais carentes”.

Após as palavras do vereador Gilberto Alves, a diretora de Comunicação da Câmara Municipal do Recife, Éden Pereira, anunciou os parlamentares e os seus respectivos homenageados. Todos receberam uma medalha e um diploma.

O médico cardiologista Sílvio Hock de Paffer Filho dirigiu-se à tribuna e discursou em nome de todos os homenageados. Disse que ia falar com o coração e que a profissão significa uma grande missão. “A gente talvez tenha uma missão na terra das mais difíceis. Temos que conviver com as dores dos outros. Mas nada mais gratificante do que conseguir curar alguém, receber um muito obrigado da família ou salvar um paciente que estava na UTI. Gostaria de homenagear  a minha família e meus pais pela oportunidade e por terem me tornado médico. E digo aos meus filhos que esse é um caminho árduo. Na maioria das  vezes é abdicar de vários momentos. Quantos finais de semana, Natal, Ano Novo estava no plantão? Mas digo que faria tudo de novo. Essa missão é nobre e não é porque nos retorna uma boa remuneração. Cada vez mais até estamos ganhando menos. Mas a proximidade com o paciente é imensurável”.

Sílvio Hock de Paffer Filho fez questão de ressaltar a importância da educação nas escolas e agradeceu a todos os presentes na Câmara. “Acredito que os vereadores também têm uma missão muito importante. Somos o segundo polo médico, como destacou o vereador Gilberto Alves, e tenho a honra de ser servidor no Recife há 20 anos. A cada um minuto e meio são quatro mortes provenientes do coração e precisamos incentivar nas escolas, especificamente às crianças, que não devem tomar refrigerante, além de ensinar a ressuscitação cardio-pulmonar e nós não fazemos isso nas unidades de ensino. Medidas educativas são mais eficazes do que construir hospitais. Vamos investir na educação. É mais barato do que prevenir a doença. Prevenção é usar a razão. Muito obrigado”.

Ao finalizar o evento, o presidente Eduardo Marques enalteceu o valor dos profissionais de saúde. “Os médicos são verdadeiros anjos em nossas vidas. Nos momentos mais difíceis onde as pessoas que amamos mais precisam, vocês devolvem a saúde. O nosso muito obrigado a todos e todas”.

A comenda está prevista na Lei Municipal nº 17.708/2011, que foi originada em projeto de lei do vereador Gilberto Alves (PSD).

Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara.